• Últimas Notícias

    quarta-feira, 5 de junho de 2019

    A FACE DA TIRANIA DE ROSALBA


    Vereadores fantoches perseguem sindicatos, desrespeitam Regimento e tiram convênio de saúde de milhares de servidores

    Como já era esperado, os vereadores que compõem a base de apoio da prefeita Rosalba Ciarlini, votaram novamente contra os servidores públicos municipais de Mossoró e contra a população ao aprovarem nesta quarta-feira (05) o Projeto de Lei que retira da folha de pagamento a contribuição sindical do servidor.
    De nada adiantou a presença de representantes sindicais, de servidores, de aposentados e dos argumentos da base de oposição. O PL 139/2019 foi votado em Regime de Urgência, mesmo sob protestos contra a forma arbitrária com que foi conduzida a sessão pelo vereador Rondinelli Carlos.

    Entenda o caso
    Com a ausência da presidente da Câmara, Isabel Montenegro, e do vice-presidente Flávio Tácito, que está de atestado médico, a sessão foi aberta tendo a vereadora Aline Couto, como presidente.
    Para fazer uso da tribuna, Aline convocou Rondinelli a assumir a presidência. Este por sua vez, na ânsia de obedecer aos mandos de Rosalba, passou a presidir os trabalhos legislativos com mão de ferro, negando direito de fala ao vereador líder da oposição, Gilberto Diógenes  e negando ao vereador Alex do Frango, 2º Vice-presidente da Câmara, que ocupasse o seu lugar na Mesa como presidente por direito legal.
    Alex, por sua vez, cumprindo o que manda o Regimento Interno da Câmara, anunciou a sua presença como presidente de fato da Casa naquele momento, e por entender que não havia clima para votação, encerrou a sessão.
    Como de praxe, usando de manobras desleais, os vereadores rosalbistas convocaram a presidente Isabel Montenegro, até então ausente e, ferindo o que manda o Regimento, impuseram a reabertura da sessão, desrespeitando o encerramento já anunciado pelo presidente em exercício Alex do Frango.
    Os vereadores Gilberto Diógenes, Petras Vinícius, Alex do Frango, Ozaniel Mesquita, Genilson Alves e Raério Araújo abandonaram o plenário em protesto.

    VOTARAM CONTA O SERVIDOR
    Aline Couto
    Sandra Rosado
    Maria das Malhas
    Francisco Carlos
    Rondinelli Carlos
    Didi de Arnor
    Tony Cabelos
    Manoel Bezerra
    Alex Moacir
    Ricardo de Dodoca
    Zé Peixeiro.

    O “independente” João Gentil, que até então tinha votado em favor de causa dos servidores, desta vez também não resistiu às ordens de Rosalba.
    Vale ressaltar ainda que a presidente da Câmara, Isabel Montenegro, mesmo se posicionando contrária ao PL, desrespeitou o Regimento da própria Casa ao reabrir a sessão, se rendendo à pressão da prefeita.

    Impactos

    Com a Aprovação do PL 139/2019, a prefeitura fica desobrigada de recolher o imposto consignado aos sindicatos pelos servidores públicos. Com isto, só o Sindiserpum deixa de recolher a contribuição de cerca de 4 mil associados.
    Sem a garantia destes pagamentos, consequentemente, não tem como oferecer, por exemplo, o convênio de saúde que era disponibilizado aos associados e que contava com atendimentos de cardiologia, ginecologista, oftalmologista, dentista, clínico geral, além de 45 exames.
    O sindicato também avalia demitir funcionários, reduzir salários e suspender benefícios, como Planos de Saúde. Transferindo ao sistema público de saúde, milhares de usuários às filas de UBS’s e UPA,s.
    Também está em risco a celebração ao Dia do Servidor, em outubro, quando o Sindiserpum realizava uma grande festa para todos os associados, com sorteios de prêmios significativos, movimentando a economia local. 
    Após sancionada a Lei, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum), entrará na Justiça para reverter esta maldade contra grande parcela da população de Mossoró.
    O sindicato também divulgará em breve novos mecanismos de refiliação de sócios e de cobrança da contribuição.
    “Eles estão querendo fechar o Sindiserpum, mas eles não vão conseguir. O Sindiserpum vai sair desta votação mais forte do que nunca. A partir de hoje estaremos fazendo um processo de refiliação de sócios deste sindicato. Eles não vão destruir o nosso instrumento de luta, eles não vão calar nossa voz”, anunciou a presidente do sindicato Marleide Cunha.


    Publicado em 04 de junho de 2019. © Assessoria de Comunicação Sindiserpum.    
    Fotos: Assessoria Sindiserpum e Assessoria CMM.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró - SINDISERPUM

    Av. Rio Branco, 1642 - Centro, Mossoró - RN, CEP: 59621-144

    sindserpummossoro@gmail.com | (84) 3321-4790

    Receba as Novidades em Seu Email