• Últimas Notícias

    sexta-feira, 3 de agosto de 2018

    Servidores públicos decidem em assembleia que irão aderir ao Dia Nacional do Basta no próximo dia 10


    Publicado em 03 de agosto de 2018. © Assessoria de Comunicação Sindiserpum.

    Com pautas nacionais, mas também em nível local, duas assembleias foram realizadas ontem (02) pelo Sindiserpum com grande participação dos servidores públicos do município que definiram aderir às manifestações do Dia Nacional do Basta, que acontecerá em todo o Brasil no próximo dia 10 de agosto. 
    Há dois anos sem reajuste e sem perspectivas de negociação, os servidores públicos de Mossoró estão sofrendo uma perda salarial na gestão Rosalba Ciarline de 8,37% em seus salários.

    Na assembleia geral, que aconteceu pela manhã, foram abordadas questões como o Piso Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e dos Agentes de Combate às Endemias (ACE), além dos processos do FGTS das duas categorias e o FGTS geral, que encontra-se em fase de levantamento de valores na Secretaria de Administração.

    Sobre o processo de FGTS dos ACE, o Sindiserpum informou que, novamente a Prefeitura está em atraso com os depósitos mensais, por isto foram suspensos temporariamente os pagamentos, mas que, caso persistam os atrasos, o sindicato pedirá novo bloqueio de contas do Executivo.

    Foi ainda solicitado aos ACS que procurem o sindicato para entrega dos seus documentos no processo de FGTS que corre na Justiça. Sem isto não será possível dar andamento e celeridade aos processos individuais.

    Marleide Cunha informou ainda sobre o recuo da Prefeitura em descontar dos servidores os três dias da greve de 72 horas deflagrada no início do mês de junho. Em nota divulgada no seu site oficial, o Executivo se compromete a devolver os valores descontados na folha deste mês e alega ter ocorrido um “problema técnico” para que os descontos tenham ocorrido.    

    À tarde os profissionais da Educação superlotaram o auditório da Estação das Artes, onde foram abordadas questões como o congelamento do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) por parte do Executivo mossoroense, sobre o caráter de imposição na extra-regência e o congelamento de salários das demais categorias.

    Definiram ainda que em evento convocado para este sábado (04) pela Prefeitura onde pretende se discutir as mudanças na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), os participantes assinarão apenas os livros de extra-regências em suas escolas e não durante o evento.

    Em ambas as assembleias a presidente do Sindiserpum, Marleide Cunha, fez uma análise da atual conjuntura vivenciada pelos trabalhadores e trabalhadoras em todo o Brasil e chamou a atenção para a importância da adesão ao Dia Nacional do Basta, que terá como pautas o desemprego, o desmonte na Educação, na Saúde e das políticas públicas, a violência e o aumento do gás e dos combustíveis.

    Com razões de sobra, os servidores públicos municipais de Mossoró foram unânimes em aprovar a adesão a este dia de protestos em todo o país. Aqui, serão focados também as perdas de direitos, o assédio moral, a insegurança nos locais de trabalho e várias outras mazelas que tem tomado conta do serviço público em Mossoró.


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró - SINDISERPUM

    Av. Rio Branco, 1642 - Centro, Mossoró - RN, CEP: 59621-144

    sindserpummossoro@gmail.com | (84) 3321-4790

    Receba as Novidades em Seu Email