• Últimas Notícias

    domingo, 5 de julho de 2020

    Rosalba é o retrato da desvalorização do servidor público


    Quem vê a propaganda institucional da Prefeitura Municipal de Mossoró, imagina que o servidor público municipal vive em um mar de “rosas”. Ledo engano. Apesar do discurso batido da prefeita Rosalba Ciarlini de que valoriza o servidor, o que se constata é uma relação de retirada e desrespeito aos direitos e falta de diálogo.
    Rosalba colocou no baú do esquecimento o retroativo do reajuste salarial do ano de 2016, referentes aos meses de maio, junho e julho. Certo que não foi de sua gestão, mas o servidor público não é seu funcionário, é servidor do município de Mossoró e qualquer gestor tem obrigação de manter as contas da administração em dia. Inclusive a própria Rosalba, logo que assumiu a sua gestão, afirmou que quitaria as dívidas, criando até um cronograma, que foi, solenemente ignorado, posteriormente.  
    Rosalba desrespeita os Planos de Cargos, Carreira e Remuneração de vários servidores, não concedendo as suas mudanças de níveis e classe. Alguns servidores e professores não tem mudanças de níveis desde 2018, mesmo atendendo aos critérios de formação, carga-horária e de terem entrado com pedido de mudanças.
    Não faz a correção no mês de janeiro dos salário-base dos servidores que tem como partida inicial no seu PCCR o salário mínimo. O que ocasiona com que muitos estejam recebendo seus salários-base abaixo do mínimo.
    Em seus quatro anos de mandato, somente deu um reajuste aos servidores, em 2019, de 3,75% para todos, incluindo servidores do magistério que têm seus reajustes determinado por lei federal e que naquele ano foi de 4,17%. Este ano, Rosalba, então, concedeu o Piso conforme as determinações do MEC (12,84%), mas esqueceu a defasagem ocasionada pela redução que ela promoveu no ano passado. Ainda não pagou também os retroativos referentes aos meses de janeiro e fevereiro.
    Com o reajuste de 2019, Rosalba também diminuiu o piso local dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Endemias (ACS/ACE) que haviam conquistado em Mossoró um piso superior aos aplicados em todo o país.

    Rosalba também tirou a tradição do pagamento do 13º salário dos servidores dentro do seu mês de aniversário e, agora, adotou o fatiamento de salário como uma regra, sem um cronograma e retendo, muitas vezes, verbas que adormecem nos cofres da Prefeitura.
    Em contraponto a tudo isto, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Sindiserpum) tem sido a voz ativa em mostrar a Rosalba real, sem a maquilagem e o engodo das peças publicitárias caras, bancadas com os recursos do povo, às custas do suor do próprio servidor.
    Esta é a Rosalba que a propaganda não mostra e o discurso de valorização do servidor também não passa disto: propaganda. Estes são só alguns dos muitos desmandos por parte da prefeita, além do desrespeito também à própria Justiça, colocando-se, em várias ocasiões, acima da própria lei, como se tivesse certeza da impunidade. Esta sim, é Rosalba para além da propaganda.

    Publicado em 05 de julho de 2020. © Assessoria de Comunicação Sindiserpum.    

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró - SINDISERPUM

    Av. Rio Branco, 1642 - Centro, Mossoró - RN, CEP: 59621-144

    sindserpummossoro@gmail.com | (84) 3321-4790

    Receba as Novidades em Seu Email